MULTIMÉDIA

INSEGURANÇA. Gang agride taxistas de Cascais para roubar dinheiro e telemóveis

Segurança


 Por Redação
O sentimento de insegurança está instalado entre os motoristas de táxi do concelho de Cascais, que começam a recear pela sua integridade física, devido a uma vaga de ataques, alegadamente protagonizados por um gang constituído por quatro a cinco indivíduos.
 
Pelo menos, nove motoristas de táxis do concelho de Cascais foram assaltados e alguns agredidos nos últimos 15 dias.

Dois dos suspeitos, referenciados por alguns motoristas, foram há dias captados por câmaras de vídeo-vigilância quando passeavam pelo CascaiShopping, em Alcabideche.
Dois dos suspeitos passeiam-se no Shopping


Os assaltantes atraem os motoristas através de chamadas para a central-rádio ou apanham os táxis na via pública, em diferentes localidades do concelho de Cascais.


Alguns motoristas foram assaltados e agredidos no concelho e outros em Oeiras, Sintra e Loures.


“São sempre, no entanto, motoristas das praças do concelho de Cascais”, disse a Cascais24 um motorista, segundo o qual “tudo indicia tratar-se de indivíduos que vivem no concelho”.


Dinheiro e telemóveis têm constituído o produto dos roubos, protagonizados com recurso à neutralização dos motoristas pelo método de “gravata”, por coação e por agressões.
O último ataque teve lugar domingo à noite em Cabeço de Mouro


Um dos últimos ataques teve lugar no domingo, à noite, em Cabeço de Mouro, na freguesia de São Domingos de Rana.


Um taxista respondeu a uma chamada feita para a central e ao chegar ao local tinha quatro indivíduos à espera. Um deles abriu a porta e agrediu com socos no rosto o motorista, de 53 anos.


Os assaltantes acabaram por roubar 250 euros em dinheiro e um telemóvel avaliado em 280 euros.


O motorista teve que ser transportado em ambulância dos bombeiros de Carcavelos e São Domingos de Rana à urgência do Hospital de Cascais e, esta segunda-feira, teve que ser submetido a intervenção cirúrgica ao maxilar.



Fonte do Comando Metropolitano da PSP de Lisboa confirmou a Cascais24 este recente ataque, mas salvaguardou que “não há conhecimento de uma vaga de assaltos a taxistas na região”, o que, sublinhou, “pode dever-se ao facto das vítimas não estarem a formalizar queixa”.

No entanto, Cascais24 apurou que as forças de segurança, quer a PSP, quer a GNR no concelho de Cascais têm estado em alerta e a desenvolver diligências que conduzam à localização, interceção e detenção dos suspeitos.










Imprimir

2 comentários:

cascais24 disse...

Rick disse...

Os valores do roubo não me parecem os corretos em relação as queixas as autoridades pelo menos já existem 4 por isso não se entende a postura das autoridades a desvalorizar um situação de grave insegurança.

20 de fevereiro de 2018 às 18:40

Canal do PIPO disse...

Conhecem os taxis de NYC? Yellow Cabs, eles usam uma divisória entre o banco do motorista e do passageiro com uma abertura para pagamento da corrida.
Os motoristas travam suas portas e desestimula qualquer mal feitor.

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."

Abrigos precisam-se!

Quem põe na ordem donos de caninos?

Hospitalização domiciliária traz benefícios para o doente agudo

Hospitalização domiciliária traz benefícios para o doente agudo
Artigo de OPINIÃO Drª Francisca Delerue

Expulsemos as traquitanas