Barco que afundou na Baia removido depois de perícias de mergulhadores forenses da Polícia Marítima

Segurança

Por Redação
28 novembro 2018
A embarcação de pesca, com 6 metros de comprimento, que afundou esta segunda-feira na Baía de Cascais, foi removida e rebocada esta quarta-feira, de manhã, para a Marina de Oeiras, confirmou, a Cascais24 Pereira da Terra, comandante da Capitania do Porto de Cascais.
Pereira da Terra comandante Capitania Cascais

"A embarcação foi rebocada, em segurança, depois de uma madrugada de intensos trabalhos levados a cabo por uma equipa de mergulhadores profissionais recrutados pelo proprietário", acrescentou o também comandante do Comando Local da Polícia Marítima.

Antes, porém, esta terça-feira e como estava previsto, operacionais do Grupo de Mergulho Forense da Polícia Marítima vistoriaram a embarcação, afundada a cerca de 3,5 metros de profundidade na recolha de vestígios que possam explicar a causa do afundamento.

Segundo Cascais24 apurou, os mergulhadores forenses recolheram fotos da embarcação, que examinaram e deverão agora dentro de dias elaborar um relatório.

Recorda-se que agentes da Polícia Marítima e operacionais da Estação Salva-Vidas de Cascais travaram esta segunda-feira, de manhã, 100 litros de gasóleo, provenientes dos tanques da embarcação, que afundou na Baía de Cascais.

A embarcação não tinha tripulantes a bordo e deverá ter afundado durante a madrugada, quando estava fundeada.

A libertação do combustível existente nos tanques da embarcação, cerca de 100 litros de gasóleo, concentrou-se numa área com aproximadamente 150 metros quadrados, tendo as autoridades marítimas, em tempo recorde, assegurado uma resposta eficaz.

Barreiras de contenção limitam o foco de poluição (Foto Autoridade Marítima Nacional)
Três agentes da Polícia Marítima, e quatro operacionais da Estação Salva-vidas de Cascais, com duas embarcações semirrígidas, colocaram barreiras de contenção, de modo a confinar o foco de poluição junto à amarração da embarcação de pesca, e utilizado material absorvente de hidrocarbonetos para realizar a sua recolha.

MULTIMÉDIA 



Imprimir

1 comentário:

estevesayres disse...

Existe um problema que me chocou nas últimas horas, e vejo ser necessário alertar as autoridades públicas para a sua resolução imediata. Não sei se os leitores estão ao corrente da situação, mas um barco de pesca afundou-se ao largo da nossa costa. Tal como em todas estas situações, existe o perigo real de contaminar o ambiente por um período extenso, pondo em risco a natureza e os humanos. De facto houve um derrame de mais de 100 litros de gasóleo, provenientes do abastecimento da embarcação, e devido a isso a baía encontra-se com águas visivelmente poluídas. Finalmente e já que nos estamos a reportar a uma situação marítima era importante que os pescadores com larga experiência na matéria e que neste momento, enfrentam condições difíceis fossem ouvidos, permitindo resolver este imbróglio de forma mais rápida.

Publicação em destaque

FUNCIONÁRIA do Modelo Continente de Tires salva cliente de 81 anos em paragem cardiorrespiratória

HEROÍNA .  Ao aplicar os seus conhecimentos de suporte básico de vida, com a ajuda de um desfibrilhador, até à chegada dos Bombeiros de Pare...

FOI NOTICIA

BLOGS