Mulher ferida em confrontos em Adroana

Segurança

Por Redação
03 abril 2020
Uma mulher, 59 anos, ficou ferida na sequência de uma desordem, esta sexta-feira, à noite, em Adroana, tendo necessidade de ser transportada à urgência do Hospital de Cascais, apurou Cascais24.

"Tratou-se de um caso de violência grupal, que envolveu dois grupos de pessoas", precisou, a Cascais24, o Oficial de Dia ao Comando Territorial da GNR de Lisboa.

Os incidentes, que terão envolvido cerca de 40 pessoas, registaram-se por volta das oito horas da noite.

A GNR teve que deslocar para o local uma força "musculada", constituida por efetivos de Alcabideche, do Destacamento de Sintra e do Destacamento de Intervenção.

À chegada da GNR, os desordeiros colocaram-se em debandada, tendo, no entanto, havido necessidade de transportar ao hospital uma mulher, 59 anos, vítima de agressão.

A GNR não efetuou detenções.
Imprimir




3 comentários:

Cristiana Santos disse...

Se tivessem em isolamento social como é p pedido isso não acontecia.. É de lamentar..

Anonimo disse...

Lamentável. Mais dão a essas pessoas menos fazem aquilo que lhes é pedido. Deveriam ter respeitos no minimo aos pedidos das pessoas que lhes proporciona uma vida melhor do que teriam Senao tivesse ajudas...

Unknown disse...

Isso é mentira jornalismo no melhor, mas se a polícia passa se a noite como passa de dia e está sempre a embirrar com quem trabalha honestamente e como e lei manda.
A noite é uma vergonha deixam a rua ficar cheia e a fazerem festa e a polícia não dá nada enfim a lei é só para uns infelizmente.

MAIS PROCURADAS

MULTIMÉDIA.SAÚDE

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."