MISTÉRIO. Mulher desaparecida há mais uma semana depois de receber herança

SEGURANÇA

Por Valdemar Pinheiro
06 julho 2020
Uma mulher, na casa dos 60 anos, alegadamente "bafejada" por uma herança familiar, está dada como desaparecida em Cascais desde há oito dias, em circunstâncias que as autoridades estão a averiguar, apurou Cascais24.

A participação do desaparecimento foi feita na GNR de Alcabideche.

Contatado por Cascais24, o capitão Ricardo Silva, comandante do Destacamento da GNR de Sintra, confirmou a participação do desaparecimento, mas remeteu, no entanto, "quaisquer outras informações" para outras forças de segurança.

A última vez que a a mulher foi vista terá sido junto à estação de comboios de Cascais, em cujo largo possui um escritório.

Terá sido vista a entrar num veículo.

Desde então, o seu paradeiro é desconhecido.

Segundo uma outra fonte, vestia "calças pretas e calçava sapatos vermelhos".

Já uma fonte da PSP disse, a Cascais24, que "foram desencadeadas buscas, inclusivamente com cães pisteiros, mas sem sucesso para localizar a senhora alegadamente desaparecida".

Entretanto, fonte da Direção Nacional da PJ não confirmou nem desmentiu, a Cascais24, estar a investigar este estranho desaparecimento.

A senhora desaparecida, cuja identidade, assim como outras informações, que as autoridades estão omitir, é mãe de duas filhas, uma delas médica veterinária.



















1 comentário:

João Casanova Ferreira disse...

Elementar, meu caro Watson! Isto aqui não é sítio aconselhável para se gastar a fortuna.

MAIS PROCURADAS

MULTIMÉDIA.SAÚDE

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."