Negligência da Águas de Cascais pode estar na origem de poluição na praia de Santa Marta

INVESTIGAÇÃO




                              11 agosto 2019

A poluição que atingiu a praia de Santa Marta e, alegadamente, levou algumas crianças ao hospital de Cascais, terá sido da “exclusiva responsabilidade” da empresa Águas de Cascais, que não terá intervido em tempo útil para desentupir o emissário que liga ao ramal do Hotel Vila Galé, apurou Cascais24 junto de fontes oficiais, mas que, no entanto, pediram o anonimato. 

“A questão é que o emissário ficou obstruído e isso levou a que houvesse águas residuais domésticas a chegar à rede pluvial e, consequentemente, à praia.”, sublinhou a mesma fonte.

A situação ficou, entretanto, normalizada. 

Para traz ficaram uma indesmentível poluição, uma descarga incontrolável de esgotos com cheiro natural a podre e a suspeita de que algumas crianças terão sofrido alergias e, em consequência, necessidade de serem assistidas na urgência pediátrica do Hospital de Cascais.

Recorda-se que a empresa Águas de Cascais está a cobrar aos clientes valores alegadamente destinados ao saneamento quase idênticos aos de consumo real de água, o que está a causar entre os milhares de cascalenses uma enorme revolta, havendo mesmo quem fale em recurso às vias judiciais para travar aquilo que consideram um “flagrante e descarado roubo”.

Esta realidade tornou-se mais legível na sequência da nova fatura, que entrou em vigor a partir de junho último.

“É imperdoável que com a roubalheira que estão a praticar não possuam uma rede de saneamento a funcionar em pleno!”, lamentou um munícipe que ainda recentemente recebeu uma fatura de 90 euros de consumo real de água para pagar, mas ao qual são acrescidos mais 85,46 euros em taxas de saneamento, para além de mais 18 euros para resíduos, destinados ao município, e outros 18,00 euros para receitas para diversas entidades.

“Ainda dizem que vivemos num concelho com qualidade de vida…Vivemos sim, num concelho onde os ladrões atuam impunes…”, disse outra fonte, que pediu o anonimato, acrescentando que a Câmara Municipal de Cascais é “cúmplice” nesta roubalheira por “estar representada no conselho de administração da empresa Águas de Cascais, que anda “a roubar descaradamente os habitantes de Cascais!”.


Imprimir 




1 comentário:

Anónimo disse...

Alguem acha que este governo local de direita pró passos coelho favorece alguem pobre ?

Publicação em destaque

NATAL chegou à Grande Lisboa

A época mais mágica do ano chegou a Lisboa. Os dias mais frios e mais curtos, as luzes pelas ruas das cidades, os mercadinhos, o cheiro a ch...

FOI NOTICIA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA