Bombeiros de Parede com luz verde para avançar com obras na sede e quartel

Atual

Por Redação


A Associação Humanitária de Bombeiros de Parede Amadeu Duarte viu, finalmente, aprovado o pedido de licenciamento de obras a realizar na sua sede e quartel, apurou Cascais24.

O pedido e o projeto haviam entrado, em tempo, na Câmara Municipal de Cascais estando, agora, em fase final o processo para a emissão do respetivo alvará.

Para fontes contatadas por Cascais24, “esta aprovação camarária é muito importante para esta Associação Humanitária  pois o seu edifício na Parede havia sido construído e inaugurado há cinquenta anos sem que, até hoje, estivesse integralmente regularizado”.

“Ao ter, finalmente, aprovado o projeto de arquitetura e de várias especialidades técnicas (estabilidade, eletricidade, águas residuais e de abastecimento, gás, ITED, segurança contra incêndio, entre outros) estão regularizadas todas as construções existentes”, adiantou uma das fontes, segundo a qual “ficam, assim, criadas as condições  que possibilitam a execução de diversos projetos de desenvolvimento da área clínica, investimento estrutural na remodelação do quartel e aprofundamento da ação social da Associação”.

Em consequência, a direção da Associação vai avançar muito em breve com a melhoria das condições de operacionalidade do edifício para cujo projeto de obras havia entretanto obtido financiamento por parte do Programa POSEUR - Portugal 2020.

As obras previstas encontram-se distribuídas por três fases de execução para obstar a quaisquer dificuldades financeiras.

Recorde-se que, recentemente, esta Associação concluiu um importante projeto de instalação de painéis solares com vista à rentabilização de energia, nomeadamente no aquecimento da moderna piscina.

A direção da Associação “congratula-se com o fim do processo” burocrático de licenciamento e considera que 2018 poderá ser, finalmente, o ano de “arranque de importantes projetos setoriais há muito ambicionados por esta meritória instituição paredense”.

2 comentários:

Anónimo disse...

Tenham em atenção os projectos aprovados pela Câmara ... vejam o que aconteceu no Estádio António Coimbra da Mota ....

Anónimo disse...

Devem submeter o vosso projecto ao LNETI , pois só assim sossegam os municipes . Agora no Campo António Coimbra da Mota , em comunicado alguns iluminados afirmam que a obra não carecia de licenciamento, a responsabilidade é diluida e completamete omitida .Curioso não ouvimos uma silaba do responsável nº 1 em Cascais pela segurança . Construir num terreno RAN e em leito de cheia não é para todos , é sómente incompetência ; mas claro a culpa é da Liga profissional de Futebol; os espectadores , a segurança, o conforto , são remetidos para segundo plano .
Aconselho a ler a declarações de João Sande e Castro ao jornal observador ; está tudo dito de forma transparente ; atenção à construção do novo campo de treinos do Estoril, em obra da edilidade na envolvencia da Feira da Adroana ; a visitar pelo Cascais 24 ..fica o repto .

Publicação em destaque

BOMBEIROS de Parede salvam canídeo de poço. Veja o vídeo do resgate

CANÍDEO aguarda pelo socorro (Créditos: BVParede) RESGATADO COM SUCESSO . Um canídeo foi resgatado, esta quarta-feira, de manhã, pelos Bomb...

FOI NOTICIA

BLOGS