BRUTAL. Um morto e três feridos em colisão na Marginal na Parede

Atual

A brutalidade da colisão é patente nesta foto captada pelo CASCAIS REPORT

 

Por Redação
A chuva aliada a uma alegada ausência de condução defensiva, devido ao piso escorregadio, pode ter estado na origem da brutal colisão entre dois veículos ligeiros, que provocou um morto e três feridos, um deles grave, esta sexta-feira, de manhã, na Marginal, na Parede.

A colisão registou-se pouco antes das oito horas da manhã, no sentido de Cascais para Lisboa e obrigou ao corte do tráfego rodoviário durante mais de quatro horas.

A vítima mortal, um homem de 35 anos, ficou encarcerado num dos veículos.

Já o ferido grave, uma mulher, teve que ser evacuada para a urgência do Hospital de Santa Maria, em Lisboa, e os outros dois feridos, leves - um homem e uma mulher - para Cascais.

A Marginal, na Parede, esteve interdita ao tráfego mais de quatro horas (Foto CMTV)
Nas operações de socorro estiveram mobilizados 14 operacionais, com cinco veículos, dos Corpos de Bombeiros de Parede, Carcavelos e São Domingos de Rana e Estoril, bem como a VMER do Hospital de Cascais e a Divisão de Trânsito da PSP, com o apoio de efetivos da Divisão Policial de Cascais.

Devido ao acidente, a Marginal, na Parede, esteve cortada ao tráfego entre as 7h44 e as 12h25.

Só foi reaberta depois das peritagens de uma equipa de investigação de acidentes da Divisão de Trânsito da PSP, bem como da remoção dos veículos acidentados e da limpeza das vias.

A investigação à causa da violenta colisão está a cargo da Divisão de Trânsito da PSP, embora, à partida, tudo aponte para a falta de uma condução defensiva, que é aconselhável em tempo de chuva. 

Noticia relacionada 
ALERTA. Colisão faz um morto e três feridos e corta Marginal na Parede 

Sem comentários:

+ populares

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."

MULTIMÉDIA.SAÚDE