PROTEÇÃO. PAN quer inclusão de animais no Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil de Cascais

Atual

Por Redação

O grupo municipal do PAN Cascais agendou, para o próximo dia 26 de março, a recomendação para que a Câmara Municipal reveja o Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil de Cascais (PMEPCC), estendendo-o a animais de companhia, de pecuária e selvagens/silvestres e que, no seguimento, crie um Centro de Recuperação de Animais Selvagens.

Segundo o grupo municipal do PAN de Cascais, “o PMEPCC, que data de 2013, tendo em conta a lei, poderá ser revisto bianualmente ou sempre que se considerar necessário, e pelos exemplos dos últimos incêndios no país, os efeitos das alterações climáticas, o risco de sismos ou mesmo tsunami, fazem com que o município de Cascais, situado entre a serra e o mar, esteja particularmente vulnerável a fenómenos extremos naturais”.

Neste contexto, o grupo municipal do PAN Cascais propõe que o executivo camarário reveja, com urgência, o PMEPCC estendendo-o a todos os animais do concelho, nomeadamente aos presentes do Centro de Recolha Oficial, sito no Parque Natural de Sintra/Cascais, tal como sugere que sejam equacionados, com o município de Sintra e o ICNF, locais de abeberamento para animais selvagens no parque. A revisão do plano municipal deverá incluir locais de extracção e acondicionamento de animais não só domésticos, como de pecuária e silvestres/selvagens.

Tendo em conta o Parque Natural Sintra/Cascais, o PAN Cascais sugere também que seja criado um Centro de Recuperação de Animais Selvagens, não só para garantir que em caso de calamidade natural os animais afetados possam receber tratamento e tenham acondicionamento próprio, como também para dar seguimento à necessidade diária de proteger os animais já presentes no Parque Natural. Atualmente, o Centro de Recuperação mais próximo, situa-se em Monsanto, Lisboa.

“Num quadro de descentralização de competências cabe aos municípios adaptarem-se, desde já, e segundo a lei, a eventuais situações de calamidade pública gerindo assim, de modo interligado mas autónomo a prevenção de situações extremas, nomeadamente incêndios florestais, cheias, sismos, tsunamis, entre outros, protegendo não só Humanos, como o meio-ambiente e os restantes animais”, defende o grupo municipal do PAN Cascais.


Sandra Marques, deputada municipal do PAN
Precisamos de rever com urgência o Plano Municipal de Emergência para prevenirmos calamidades públicas como as que verificamos, infelizmente, no verão passado com os incêndios” afirmou Sandra Marques deputada municipal do PAN. 

A implementação desta medida tornará Cascais pioneira na prevenção e proteção do bem-estar animal no País” sendo que “a criação de um Centro de Recuperação de Animais Selvagens é fundamental para proteger as espécies selvagens do parque Natural Sintra/Cascais” alerta a deputada municipal. “Estamos certos que a medida será bem acolhida pelo executivo municipal” concluiu Sandra Marques.






Imprimir

Sem comentários:

DESTAQUE.

Agente da Polícia Municipal agredido à cabeçada junto ao CascaisVilla

SEGURANÇA .  Um agente da Polícia Municipal foi agredido à cabeçada e teve necessidade de ser assistido no Hospital de Cascais, este sábado,...

+ populares