Ajuste de contas entre grupos rivais de traficantes pôs “furões” da PSP de Cascais na pista de 51 quilos de haxixe

Segurança

Por Redação
30 março 2019

Agentes da Esquadra de Investigação Criminal da PSP de Cascais (EIC), vulgo “Furões”, confiscaram 51 quilos de haxixe, em placas e bolotas e detiveram três homens, dois deles estrangeiros, por tráfico de droga em duas operações que tiveram esta-quinta, ao final da madrugada, por palco a área de Benfica, em Lisboa, e Pêro Pinheiro, em Sintra.
A operação, bem-sucedida dos investigadores criminais da PSP de Cascais, surgiu na sequência de “desentendimentos entre grupos rivais de traficantes”.
Na área de Benfica, em Lisboa, os policias intercetaram uma viatura com dois ocupantes, na qual transportavam um saco contendo diversas placas e bolotas de haxixe.
Já na posse posterior de quatro mandados de busca e apreensão, judicialmente autorizados para três domicílios e uma viatura, foi possível aos investigadores criminais da PSP de Cascais visualizarem e intercetarem um terceiro suspeito, na região de Pêro Pinheiro, concelho de Sintra.
O suspeito ainda tentou a fuga, mas foi perseguido, alcançado e detidos pelos polícias.
Este homem teria por função vigiar e guardar o produto estupefaciente que, entretanto, acabaria por ser encontrado. 
Os investigadores confiscaram 4 mil euros aos traficantes (Foto PSP)
Na sequência da interceção dos suspeitos e das buscas efetuadas os investigadores criminais da PSP conseguiram confiscar 51 quilos de haxixe, 4 mil euros em dinheiro, um revólver Smith & Wesson 38, 5 munições do mesmo calibre, diversos telemóveis e dezenas de cartões SIM.
Também um automóvel, no qual foi encontrada droga, foi confiscado pelos polícias.
Os dois estrangeiros suspeitos encontram-se em situação irregular em Portugal, segundo apurou a PSP junto do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).
Os três homens, com idades entre os 20 e os 41 anos, foram submetidos a primeiro interrogatório judicial no Tribunal da Comarca de Lisboa Oeste, em Sintra, e viram confirmadas as prisões preventivas.
Os 51 quilos de haxixe em placas e bolotas, o revólver e munições apanhados aos traficantes pelos "Furões" de Cascais
Imprimir

Sem comentários:

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."

Abrigos precisam-se!

Quem põe na ordem donos de caninos?

Hospitalização domiciliária traz benefícios para o doente agudo

Hospitalização domiciliária traz benefícios para o doente agudo
Artigo de OPINIÃO Drª Francisca Delerue

Expulsemos as traquitanas