Identificado 8 anos depois pela PJ por assalto violento a ourivesaria na Parede

Segurança


                     28 novembro 2019
Um homem, hoje com 26 anos, foi identificado e detido pela Brigada Antirroubo da Polícia Judiciária (PJ) de Lisboa e Vale do Tejo, por suspeita de ter sido um dos três assaltantes que, em novembro de 2011, roubaram cerca de 10 mil euros em ouro durante um assalto à ourivesaria Rosa, na rua José Relvas, na Parede.

O suspeito que, à época tinha 18 anos, foi submetido a primeiro interrogatório judicial, tendo po juiz de Instrução Criminal de Cascais decidido que fica com apresentações periódicas.

"Trata-se de um indivíduo perfeitamente inserido na vida em sociedade, com família constituída e trabalho, motivos que contribuíram para que fique em liberdade, com apresentações", disse, a Cascais24, João Bugia, coordenador de Investigação Criminal, que está a dirigir a Brigada Antirroubo da PJ.

Neste momento, confirmou, ainda, o mesmo responsável, estão em curso diligências para identificar, localizar e deter os dois outros assaltantes.

Foi no dia 9 de novembro de 2011, pelas 12h15 que três então jovens, com idades entre os 16 e os 18 anos, tomaram de assalto a conhecida ourivesaria Rosa, na rua José Relvas, no centro de Parede.

Os assaltantes empunhavam uma arma de fogo e martelos.

Na ourivesaria encontravam-se o casal proprietário e os dois filhos.

Um dos assaltantes apontou a arma a um dos filhos do dono da ourivesaria, enquanto os outros partiram à martelada as vitrinas, logrando roubar cerca de 10 mil euros em ouro e provocando estragos materiais avaliados em mais de 5 mil euros.

Ao ver o filho ameaçado, o dono da ourivesaria, Isildo Rosa, então com 70 anos, sacou da sua pistola de defesa pessoal e ainda efetuou, pelo menos 8 disparos, os quais, no entanto, não atingiram nenhum dos assaltantes entretanto em fuga.

Os três assaltantes conseguiram fugir num veículo, marca Rover, furtado e que entretanto vieram a abandonar e a Polícia a recuperar.

Já em novembro do ano passado, a mesma ourivesaria voltou a ser tomada de assalto, desta feita por dois desconhecidos, um deles armado com uma faca e outro com um martelo. Ainda não foram descobertos pela PJ.
Imprimir

Sem comentários:

+ populares

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."

MULTIMÉDIA.SAÚDE