Membro de familia de Vinhos do Porto detido por desobediência depois de acusar 1,95 g/l de álcool ao volante em Cascais

Segurança

Por Redação
14/06/2018
Um empresário, de 36 anos, descendente da família de uma das mais reputadas marcas de Vinhos do Porto, foi detido, em Cascais, na madrugada do último domingo, pelo crime de desobediência, depois de ter acusado 1,95 g/l de álcool no sangue ao volante e ter recusado no Hospital de Cascais o teste de contra prova, apurou Cascais24.

O homem, que vive em Cascais, foi intercetado pela PSP pouco depois das cinco horas da manhã, na sequência de "um mirabolante rally"  ao volante do seu jeep na avenida eng.º Adelino Amaro da Costa, tendo mesmo chegado a "andar às voltas dentro do relvado da rotunda junto ao quartel de bombeiros de Cascais".

Depois de intercetado pelos agentes da PSP, foi submetido a um primeiro teste de alcoolemia, o qual acusou uma taxa de 1,95 g/l de álcool no sangue.

Posteriormente, o empresário solicitou a contra prova, tendo sido conduzido ao Hospital de Cascais, onde ter-se-á recusado a submeter ao exame de recolha sanguínea, motivo pelo qual acabou por receber ordem de detenção, por um alegado crime de desobediência.

Notificado para comparecer esta segunda-feira junto dos Serviços do Ministério Público do Tribunal de Cascais, onde compareceu acompanhado de dois advogados, acabou por sair em liberdade, por o processo ter baixado a inquérito, confirmou, a Cascais24, fonte judicial.
Imprimir

1 comentário:

Da Serra disse...

Não entendo estes anonimatos...

+ populares

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."

MULTIMÉDIA.SAÚDE