BANDIDAGEM À SOLTA. Gang de brasileiros sequestra, espanca e deixa na estrada no Pisão homem em ajuste de contas

Segurança

Por Redação
25 março 2019
Um homem que, este sábado, à noite, foi encontrado bastante ferido na estrada do Pisão, em Alcabideche, terá sido vítima de um ajuste de contas por parte de seis indivíduos, presumivelmente de nacionalidade brasileira e, o mais estranho, é que recusa formalizar queixa, apurou Cascais24.

Consumidor de cocaína e a residir em São Domingos de Rana, o homem, de 32 anos, terá sido sequestrado, violentamente agredido e depois abandonado na sinuosa estrada da quinta do Pisão.

Foi depois socorrido e transportado à urgência do Hospital de Cascais numa ambulância dos Bombeiros de Alcabideche.

Mais tarde, terá, segundo disse, a Cascais24 fonte da GNR, alegado que fora agredido por não ter devolvido um motociclo que tinha pedido emprestado.

O mais estranho é que recusou mesmo formalizar queixa contra os alegados sequestradores e agressores e, inicialmente, procurado evitar assistência hospitalar.

As autoridades suspeitam que o "filme" dos acontecimentos possa ter sido outro e não excluem a forte possibilidade de estar-se perante um ajuste de contas por alegadas dívidas de drogas e que o grupo de agressores possa estar diretamente envolvido no negócio e/ou tenha sido contratado para pressionar a vítima.

"No entanto, explicou outra fonte, ao prescindir de procedimento criminal contra os alegados agressores, que poderão fazer parte de um grupo violento e perigoso, não restam grandes dúvidas de que poderão ficar impunes e, quiçá, continuar a atuar".

Imprimir

1 comentário:

Anónimo disse...

“presumivelmente de nacionalidade brasileira”...vamos ver...suposições somente. Cheiro de preconceito no ar??

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."

Abrigos precisam-se!

Quem põe na ordem donos de caninos?

Hospitalização domiciliária traz benefícios para o doente agudo

Hospitalização domiciliária traz benefícios para o doente agudo
Artigo de OPINIÃO Drª Francisca Delerue

Expulsemos as traquitanas