Há 1600 pessoas à espera de hortas comunitárias no concelho de Cascais

Atual


Há, neste momento, no concelho de Cascais 1.600 cidadãos à espera de uma horta comunitária, revelou o presidente da Câmara de Cascais, Carlos Carreiras, por ocasião da entrega de uma nova horta comunitária aos moradores do Bairro da Galiza.

O edil recordou que existem atualmente 23 hortas comunitárias no concelho, com mais de 500 talhões atribuídos.

Carreiras, no entanto, reconheceu que o sucesso do projeto causa alguma "frustração", porque ainda estão em lista de espera 1600 cidadãos, que também querem o seu talhão.

“Isto é impressionante. Quando tive esta ideia das hortas comunitárias, alguns colegas disseram que não devia estar bom da cabeça, porque ninguém acreditava que nos meios urbanos as pessoas estivessem interessadas em atividades ligadas à agricultura”, revelou, ainda, Carlos Carreiras.

No concelho de Cascais existem, também, 14 vinhas comunitárias e uma lista de espera com uma centena de pessoas que as querem cultivar e cuidar.

A propósito, Carlos Carreiras admite permitir a partilha dos 3,5 hectares de vinha do Mosteiro de Santa Maria do Mar, recentemente adquirido pela Câmara Municipal de Cascais, para novas vinhas comunitárias.

Para o presidente da Câmara Municipal de Cascais, as hortas e vinhas comunitárias são uma “ligação à terra que permitem a criação de laços de boa vizinhança". 

"Isto vai muito além do cultivo de hortas, porque tem impacto social”, concluiu o edil.

2 comentários:

João Casanova Ferreira disse...

Esta cena faz-me lembrar os "atletas" que correm e correm em meio urbano para estarem com a saúde em forma... pulmões captam directamente os gases dos escapes das viaturas e insuflam no organismo. Só saúde.

Neste caso concreto, conhecendo melhor o que se passa na Quinta dos Lombos, era bom que alguém pusesse ordem na coisa. Como sempre, aquilo é só para os amigos, tanto quanto consta alguns nem residem no bairro... Dizer que estão 1600 em filas de espera para absorver melhor oxigénio e poupar nas hortaliças é o mesmo que afirmar que são 600 ou 600 mil. Dito por quem disse...

Anónimo disse...

Estamos a assistir em Cascais a uma liderança paroquial, mas não inócua . De facto a questão das hortas comunitárias, tem a ver com as necessidade das pessoas e a exclusão das mesmas , ao qual não são alheios as baixas pensões do tempo do Sr.Passos Coelho, assim como o elevado desemprego em Cascais, cujos filhos nas zonas de maior pobreza do concelho, retornaram a casa dos pais .
Vangloriar-se desta situação é uma pobreza de espirito, relevante de que nos governa em Cascais .
Nota 1) convinha saber quantas hortas comunitárias existem a norte da A5, e quantas existem a sul da A5 ?
Nota : convinha os municipes de Cascais serem informados porque razão a Câmara Municipal de Cascais aquiriu o Mosteriro de Santa Maria do Mar, a quêm adquiriu, em que condições de usufruto, quanto custou e/ou vai custar em termos de manutenção? estamos numa coutada ?

A BEM de CAscais , pela transparencia .

Publicação em destaque

BOMBEIROS de Parede salvam canídeo de poço. Veja o vídeo do resgate

CANÍDEO aguarda pelo socorro (Créditos: BVParede) RESGATADO COM SUCESSO . Um canídeo foi resgatado, esta quarta-feira, de manhã, pelos Bomb...

FOI NOTICIA

BLOGS