Carreiras anuncia "altos voos" para Tires

Atual

Por Redação
06 junho 2019

O chefe do governo local de Cascais, Carlos Carreiras, revelou esta quinta-feira que o aeroporto de Cascais, em Tires, está a preparar-se para receber a totalidade da aviação executiva até 2021.

O autarca defendeu que Cascais tem “a ambição de ser o aeroporto de referência a nível da Aviação Executiva, e isso tem vantagens acrescidas porque liberta o aeroporto de Lisboa que vive grande constrangimento”.

Carreiras falava à margem da cerimónia de inauguração do novo Centro de Simuladores de Voo da TAP – o mais recente e moderno centro de excelência na formação de pilotos da TAP, que dispõe de tecnologia de ponta, permitindo à transportadora aérea portuguesa conferir treino, renovações de licença, qualificações tipo A320 (FFS Level D) e upgrades a pilotos.

Considerado o 4º de maior movimento depois de Lisboa, Porto e Faro, o Aeroporto de Cascais, em Tires, é também o mais expressivo na formação aeronáutica do País. Aqui 

É nele que operam 7 escolas de aviação responsáveis pela formação de quase 400 alunos por ano (30% deles estrangeiros) e onde existem mais de duas dezenas de empresas, que empregam cerca de meio milhar de trabalhadores.
 
No plano logístico, o projeto em curso de um nó na A5 que facilite o seu acesso emoldura a sua importância no concelho e na área da grande Lisboa e ilustra a dimensão que o Aeroporto de Cascais atingiu.

De carácter internacional, é atualmente responsável por quase toda a aviação executiva da área de Lisboa e não esconde a ambição de a assumir por inteiro dentro de dois anos. 

Ocupando 42 hectares de área e com 1.700 metros de comprimento por 30 metros de largura de pista e 5 placas de estacionamento, Alfa, Bravo, Charlie, Delta e Echo, que dão acesso aos hangares, o aeroporto de Cascais registou, no ano passado, a movimentação de 45 971 aeronaves, sendo 27 030 aviões e 1356 helicópteros. Por Tires circularam no mesmo período quase 20 mil passageiros (13.194 embarcados e 6.742 desembarcados).

A melhoria dos acessos pela autoestrada A5 ao aeroporto, que recebeu recentemente a certificação de nível IV, está também prevista no âmbito da expansão da infraestrutura aeroportuária.
Imprimir

4 comentários:

Anónimo disse...

Tires foi sempre um local de "escola e treino" de aviadores.
Extremamente condicionado pela invasão urbanística, o aeródromo carece dramaticamente de infraestruturas de acesso e circulação, sem ter possibilidade de uma expansão que NÂO coloque em grave risco a população de Tires e dos arredores.

Este anúncio parece-me muito mais uma das habituais fantasias eleitorais do edil Carreiras para deixar no ar mais uma promessa que NÂO vai cumprir, servindo, apenas, para acalmar o eleitorado depois de ter sofrido a mais uma vergonhosa derrota de sempre nas eleições para a Europa.

Gostava de saber se o texto da notícia é a simples e directa publicação de uma note informativa enviada pelos serviços de propaganda da Câmara Municipal, ou se é produto de uma investigação confirmada por algum jornalista do Cascais24 ?



Anónimo disse...

Mais uma aldrabice do grande lider

Unknown disse...

A resposta é : o jornalixo promovido pelo grande líder derrotado as eternumdemente alves continua a tentar de tudo para manchar o atual edil que com mentiras locais quer com mergulhos para o chão com a pitada de chamar -se de agredido pela autoridade policial enfim mais um grande trabalho de lixo deste jornalixo e seus melitantes camaradas

Anónimo disse...

Um cacique do grande lider disse nada...

Publicação em destaque

BOMBEIROS de Parede salvam canídeo de poço. Veja o vídeo do resgate

CANÍDEO aguarda pelo socorro (Créditos: BVParede) RESGATADO COM SUCESSO . Um canídeo foi resgatado, esta quarta-feira, de manhã, pelos Bomb...

FOI NOTICIA

BLOGS