Despiste na portagem da A16 mata dono do jornal "Mundo Português"

Atual

Por Redação
27/07/2018

Carlos Baião Morais, 58 anos, dono do jornal “Mundo Português”, morreu esta sexta-feira, de manhã, no despiste do veículo que conduzia, que foi embater violentamente contra um separador da portagem da A16, quando circulava na direção de Cascais.

“Estamos de Luto”, anunciou o “Mundo Português” no seu site.

Carlos Morais dedicou a maior parte da sua vida às causas da diáspora portuguesa e da portugalidade no mundo. 

Nas últimas décadas, foi figura de destaque na dinamização das exportações no sector agro-alimentar, tendo idealizado e desenvolvido desde 1995 o SISAB PORTUGAL, a maior feira para a exportação de produtos deste importante sector da economia portuguesa.

“As comunidades portuguesas perdem uma grande referência que muita falta irá fazer”, escreve o “Mundo Português”.


Em 2015, Carlos Baião Morais foi distinguido pelo Governo com a Medalha de Mérito das Comunidades, pelo trabalho junto das comunidades lusófonas.


O acidente, que vitimou Carlos Morais, único ocupante do veículo, registou-se pelas 9h20, em circunstâncias que caberá agora ao Núcleo de Investigação de Acidentes da GNR apurar. 

Nas operações de socorro estiveram mobilizados 14 operacionais, apoiados por seis veículos.


Imprimir

Sem comentários:

+ populares

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."

MULTIMÉDIA.SAÚDE