Marcelo exorta Aldeia SOS de Bicesse a continuar “caminho feito de afetos”

Atual




O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, apelou à continuação de “um caminho feito de afetos” na mensagem que enviou à Aldeia SOS, em Bicesse, pela celebração dos seus 50 anos de existência.

Na mensagem, lida por um ex-residente, Marcelo Rebelo de Sousa afirmou que “50 anos de existência é motivo suficiente para celebrar. Acresce o facto de estamos a celebrar um aniversário de solidariedade, exemplo de partilha com o outro. No caso das Aldeias SOS, os outros são simultaneamente os mais frágeis e a nossa promessa de futuro, são as nossas crianças”.  

“Enquanto cidadão sempre acompanhei a vossa família, enquanto Presidente da República não posso deixar de reconhecer o vosso compromisso social”, sublinhou.

Numa cerimónia muito emotiva, cheia de memórias, e de reencontros, os 50 anos da Aldeia SOS de Bicesse juntaram residentes, ex-residentes e suas famílias, amigos e benfeitores.

                                                                          (Foto CMCascais)
“50 anos são sempre uma data com um significado especial, mas neste caso, são 50 anos de amor para com aqueles que estavam mais fragilizados: crianças, órfãos, oriundos de famílias destruturadas, que aqui encontraram um ambiente de amor, de carinho e de formação”, disse, na ocasião, Carlos Carreiras, presidente da Câmara de Cascais, acrescentando: “Dou os parabéns à Aldeia de Bicesse e acima de tudo agradeço às mães de coração que ajudaram nestes anos, estes jovens que, por sua vez, ajudaram toda a nossa comunidade a ser mais coesa do ponto de vista social. Enquanto presidente da Câmara expresso um profundo reconhecimento a todas essas mães e a todos os colaboradores da Aldeia”.

“É um orgulho enorme juntar a nossa família para celebrar os 50 anos desta Aldeia, que tem a difícil missão de construir famílias para crianças em risco, ajudando-as a ser parte da construção do seu próprio futuro. Em conjunto com uma comunidade envolvente, da qual temos orgulho de fazer parte integrante”, disse, por sua vez, Jorge Carvalho, presidente do conselho executivo das Aldeias de Crianças SOS de Portugal.

                                                                                        (Foto CMCascais)
As cerimónias dos 50 anos da Aldeia SOS de Bicesse iniciaram-se com uma missa presidida por D. Joaquim Mendes, Bispo Auxiliar do Patriarcado de Lisboa, que conheceu as fundadoras da Aldeia, enquanto seminarista nos Maristas, e prosseguiram com as nove mães da Aldeia a serem agraciadas com um fio, numa singela homenagem ao seu trabalho. 

                                                                              (Foto CMCascais)
De seguida, o presidente Carlos Carreiras, acompanhado do vogal da Junta de Freguesia de Alcabideche, Nuno Jorge, em representação do presidente, e de um antigo residente, procederam ao descerramento de um painel de azulejos comemorativo dos 50 anos. Com bastante emoção, os ex-residentes cantaram o Hino da Aldeia das Crianças. Houve ainda o descerramento de placa da Casa das Fundadoras, (Casa CAT) - uma casa que alberga dez crianças, a maior existente agora na Aldeia. A festa terminou com um lanche de confraternização. 

A Aldeia SOS de Bicesse recebe crianças e jovens dos três aos 23 anos e atualmente alberga 57 crianças, com as suas nove mães SOS. Pela aldeia, desde a sua fundação em 1967, passaram cerca de 280 jovens, hoje completamente autónomos.



Sem comentários:

MAIS PROCURADAS

MULTIMÉDIA.SAÚDE

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."