ARANDO Vermelho, o aliado das vias urinárias

SAÚDE

07 julho 2021 | 15h16

Muitos são os temas que poderia abordar, mas desta vez decidi falar-vos do arando vermelho e dos seus vastos benefícios para o organismo, principalmente nas infecções urinárias.

A infecção do tracto urinário (ITU) é uma das infecções bacterianas mais frequentes, com elevados custos para a sociedade.

Um estudo europeu refere que uma em cada cinco mulheres adultas tem pelo menos um episódio de ITU ao longo da vida.

Em alguns dos casos, as infecções urinárias podem evoluir para situações complicadas, como cisitites e pielonefrites, sendo que estudos universitários estimam que 20 a 30 % das mulheres têm infecções urinárias recorrentes, a uma taxa de duas ou mais por ano, que requerem cuidados médicos e tratamento antimicrobiano.

Então qual é a solução? Apresento-lhe Cranberry/Arando Vermelho!

Estudos científicos atribuem ao arando vermelho propriedades antissépticas das vias urinárias, devido à sua capacidade de inibir a adesão bacteriana à superfície da mucosa prevenindo assim as infecções urinárias.

O arando vermelho, também conhecido Cranberry também é utilizado para as seguintes finalidades: prevenir a formação de pedras nos rins; prevenir cáries, por evitar o acúmulo de bactérias nos dentes; prevenir gripes e constipações, por ser rico em antioxidantes como vitamina C e flavonoides.

Possui ainda um importante papel na manutenção da visão. Além de ser um poderoso antioxidante, contém vitaminas A, C e D, além de flavonóides, fitoquímicos que lhe conferem o poder antioxidante.

Para mais esclarecimentos, estou disponível para ajudar.

*Sou Farmacêutico e por isso dedico parte do meu tempo e saber na elaboração de conteúdos informativos para a comunidade, desenvolvendo temas a nível saúde e bem-estar. Pode consultar estes e outros conteúdos na página: https://www.facebook.com/FranciscoASRApolinario




1 comentário:

Unknown disse...

Venham mais dicas.

Publicação em destaque

SISMOS o que fazer...

DICAS PREVENTIVAS |  Com o mais recente evento sismológico da Turkia e na Síria a pergunta que devemos fazer é se nós os Portugueses estamos...

FOI NOTICIA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA