AJUSTES “dinâmicos” em Tires

ATUAL


Por REDAÇÃO
10 novembro 2022 | 19h09

A empresa municipal Cascais Dinâmica, que gere o aeródromo de Cascais fez vários ajustes diretos com o genro da administradora executiva, Maria do Céu Garcia, notícia esta quinta-feira a CNNPortugal. 

A noticia surge 15 dias depois de Cascais24Horas ter publicado um artigo de opinião de Clemente Alves, ex-vereador da CDU, no qual era tornada pública a situação.

Em causa estarão em causa contratos celebrados entre 2019 e 2022 entre a Cascais Dinâmica e a empresa do genro da administradora executiva. O último contrato foi assinado por um valor apenas dois euros inferior ao limite legal para a execução deste tipo de contratos. 

A entidade municipal, onde Maria do Céu Garcia é administradora, enfrenta também outra polémica por privilegiar alegadamente a empresa onde trabalha o filho num dos hangares do aeródromo.

Já a Câmara de Cascais, confrontada pela CNNPortugal, recusa ter existido qualquer favorecimento pessoal nas situações denunciadas. Também Maria do Céu Garcia e o genro Salvador Costa Pereira refutam ter havido favorecimento pessoal.

Afirmam-se todos de consciência tranquila.

Leia aqui a noticia desenvolvida pela CNNPortugal...

...E o artigo de opinião de Clemente Alves, publicado em Cascais24Horas a 26 de outubro último.

Recorda-se que Maria do Céu Garcia, que é considerada por vários setores da vida cascalense como uma "excelente relações públicas", foi nomeada em outubro de 2013 adjunta do gabinete de apoio à presidência da Câmara de Cascais, deixando nessa altura a empresa municipal Cascais Dinâmica, a cujos quadros pertencia.

Em 2017 foi condecorada pela PSP, no âmbito do 150º. aniversário do Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis), em Oeiras, pela sua colaboração com as forças de segurança em Cascais.

Em janeiro do ano seguinte, em 2018, foi nomeada coordenadora da Proteção Civil de Cascais, cargo que veio a abandonar em dezembro do mesmo ano, regressando à Cascais Dinâmica como administradora executiva.

Noticias relacionadas

+OPINIÃO | É BOM ser genro de uma administradora de empresa municipal

+Coordenadora da proteção civil municipal deixa cargo e garantia de que “Cascais pode dormir descansado”

+Coordenadora municipal de Proteção Civil de Cascais pondera abandonar o cargo






Sem comentários:

FOI NOTICIA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA