Abandona local de atropelamento e corre para a Polícia para escapar a agressões

SEGURANÇA

PEÃO sofreu "ligeiro toque" na passadeira, quando circulava com canídeo



30 abril 2021 | 16h50
O condutor de um veículo ligeiro de passageiros que, esta sexta-feira, ao final da manhã, atropelou um cidadão de nacionalidade sueca, que atravessava uma passadeira acompanhado do seu canídeo, no Outeiro da Vela, Cascais, teve que abandonar precipitadamente o local para não ser alvo de agressões por parte de amigos da vítima, apurou Cascais24.


A vítima, que circulava acompanhada de um canídeo, sofreu um "toque ligeiro" ao atravessar a passadeira.

O condutor imobilizou a viatura para prestar auxílio, mas perante insultos e ameaças de agressão, quer por parte da vítima, quer de um grupo de amigos que se lhe juntou, acabou por abandonar o local, dirigindo-se, logo de seguida, à Polícia. 

CONDUTOR abandonou local e dirigiu-se à Polícia por recear pela sua integridade física
_________________________________________________

Às autoridades policiais terá afirmado que abandonou o local do acidente por recear pela sua integridade física, não sem que antes tivesse procurado prestar assistência ao peão. 

Entretanto, no local do acidente, o cidadão sueco, considerado ferido leve, acabou por ser transportado à urgência hospitalar pelos Bombeiros de Cascais, onde foi submetido a exames, acabando por ter alta.









Sem comentários:

Publicação em destaque

BOMBEIROS de Parede salvam canídeo de poço. Veja o vídeo do resgate

CANÍDEO aguarda pelo socorro (Créditos: BVParede) RESGATADO COM SUCESSO . Um canídeo foi resgatado, esta quarta-feira, de manhã, pelos Bomb...

FOI NOTICIA

BLOGS