HOMEM que morreu depois de resgatado no Cabo Raso era militar da GNR

Era militar da GNR, na Unidade de Intervenção, o homem que morreu esta quarta-feira, de manhã, depois de resgatado em situação de pré-afogamento pelo barco "Patrícia" no Cabo Raso, apurou Cascais24horas. O óbito do militar Paulo Aguiar, 45 anos, que praticava pesca submarina, foi confirmado na Marina de Cascais, onde ainda foi alvo de manobras de reanimação. O malogrado militar estava acompanhado do pai, que está a receber apoio de um psicólogo da Polícia Marítima. | Em atualização às 12h48

Sem comentários:

Publicação em destaque

TRIPULANTE russo de navio mercante resgatado depois de queda a bordo

Um cidadão de nacionalidade russa, 55 anos, tripulante de um navio mercante de pavilhão de Antígua e Barbuda, foi resgatado esta segunda-fei...

FOI NOTICIA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA