MERGULHADORES forenses da Polícia Marítima examinam megalancha da GNR

Em atualização
EQUIPA
de mergulhadores forenses da Polícia Marítima está a examinar a megalancha “Bojador” da GNR, que encalhou esta quarta-feira, em lage e areia, entre Carcavelos e Parede, por forma a garantir o seu reboque em segurança, confirmou, a Cascais24h o comandante Paulo Gomes Agostinho, Capitão do Porto de Cascais.
Capitão do Porto de Cascais
A bordo da “Bojador” mantêm-se 7 militares da Unidade de Controlo Costeiro da GNR. Prevê-se que a megalancha, com 35 metros de comprimento e 1600 cavalos de potência, que custou ao erário público 8,5 milhões de euros, venha a ser rebocada até ao final da noite, princípio da madrugada de esta quinta-feira. Entretanto, o Comando-Geral da GNR informou ser nesta fase “prematuro avançar com as causas da ocorrência” e anunciou a abertura de um inquérito.



Sem comentários:

Publicação em destaque

TRIPULANTE russo de navio mercante resgatado depois de queda a bordo

Um cidadão de nacionalidade russa, 55 anos, tripulante de um navio mercante de pavilhão de Antígua e Barbuda, foi resgatado esta segunda-fei...

FOI NOTICIA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA

UM JORNAL QUE MARCA A DIFERENÇA