Juiz “censura” testemunha que foi depor em megajulgamento em Cascais com t-shirt a fazer apologia ao consumo de droga

Uma das sessões de um megajulgamento com 16 arguidos, acusados de crimes de “phishing”, a decorrer em Cascais, ficou marcado por um facto algo insólito: O juiz presidente do tribunal colectivo “censurou” a falta de respeito e mau gosto de uma testemunha que compareceu perante os três juízes e o procurador, para prestar declarações, envergando uma t-shirt com uma palavra de calão estampada, fazendo a apologia ao consumo de estupefacientes. 

1 comentário:

Maria Fialho disse...

Bom dia.

É assim, há alturas, em que não estou de acordo com estes senhores do tribunal, mas aqui, sinceramente, estava a pedi-las!!!
É provocação!
Mesmo que a intenção não fosse essa, (o que duvido)o mínimo uma camisola lisa, tudo menos isso ...
Concordo!

DESTAQUE.

GNR acaba com festa com mais de 100 pessoas na antiga fábrica das meias em Alcabideche

SEGURANÇA.   Uma festa que reuniu mais de 100 pessoas em convívio junto à antiga fábrica das meias, entre Alcabideche e Alcoitão, foi interr...

+ populares