Quinta do Barão" indignada com conduta da Câmara" reage com concentração frente à Assembleia Municipal

1 comentário:

Anónimo disse...

Este blog deveria ter cuidado com o que aprova devido ao facto que passo a explicar, o comentario tem erros de sintaxe e a mensagem não é perceptível, gostaria de mandar susbstituir pelo seguinte texto:

Temos uma petição de 535 pessoas que pedem à CMC o oposto que aqui afirma, pedimos Transito Local porque senão ficamos com as casas de uma rua inteira ihabitáveis. por não terem insonorizarão nenhuma por serem de uma zona protegida construídas em Plano de Promenor que não existe neste transito vindo de nenhum lado.

Mas este grupo de pessoas onde muitas nem moram na zona, e outras habitam temporariamente casas que são nossas e não delas. Todas moram fora da Rua que vem a estar afectada, Rua Jacinto Isidoro de Sousa. E tem uma manifestação para os apoiar numa situação que é apenas destas 5 pessoas e não mais de 30, não dos moradores da Quinta do Barão. Pois até habitando agora no bairro ou estão longe da referida rua ou vivem em casa alugada e provisória, e dessa forma cometem crime de extrusão na rua toda servindo-se do facto de a CMC a estar a intervencionar com obras, com o intuito de as vir a prejudicar, porque preconizaram eles próprios uma solução que vem contradizer tudo o que está na petição, pois pedem à CMC que o Transito deixe de ser Local. E que mantenha o sentido unico, pois a CMC pretendem alterar o trafego como um sentido unico, colocando mais um sentido, o que faz com que deixem de estacionar na nossa rua. Mas o grave é que pedem na CMC que que o Transito deixe de ser Local, tanto que afirmam que a referida rua Jacinto Isidoro de Sousa de transito de serventia à nossas casas, e que nunca esta relacionada com acessos nenhuns, por ser de transito local, passe a ser estrada de de passagem para acesso a A5 e Marginal como por eles afirmado. Quando Acesso a A5 e Marginal é a grande Avª Conde Riba D'ave que nem trafego congestionado tem em horas de ponta porque ninguem a utiliza, principalmente quem vem da Rebelva, e continua a passar actualmente na estrada a cortar ao transito, a referida Estrada da Alagoa e indevidamente não cumprido as regras de transito, por não ser esse o seu acesso a A5 e Marginal indicado pela Junta Autónoma de Estradas.

Explicado o seguinte, este grupo restrito de pessoas que por agir de má fé por colocar o transito de uma rua inteira dentro do bairro residencial mas apenas pretendendo manter o estacionamento, pedindo ao executivo camarário em reuniões, tanto na junta, como em vereadora, servindo-se também da comissão juridica da Petição para a colocar me cima da mesa, e que consiste em que coloque sim o transito que não nos pertence na nossa rua mas que mantenha o estacionamento. Escrevendo inclisvé uma carta aberta ao presidente de Camara nesse sentido , pedindo que altere o projecto apenas para ficar a rua com a configuração actual e estacionarem na nossa rua. Colocando o transito na nossa rua o que não nos pertence, junto com o presidente de camara. Este grupo de pessoas criou uma asscoiação de moraodores ilegal que está na policia judiciaria para poder ser extinta. E por ter praticado actos de vandalismo e extursão em nome de moradores da Quinta do Barão, para nos vir a prejudicar.

Nesta rua apenas e adjacentes os moradores têm sim uma petição de 535 pessoas que contesta e já foi entregue essa contestação ainda hoje em carta aberta na CMC que a sua rua, com muitas casas habitadas, venha a servir de passagem deixando de ser de Transito Local.

Vindo esta convocatório tendo Crime por estar manipulada para prejudicar uma rua inteira da Quinta do Barão porque estes Srs pretendem colocar na assembleia uma solução na Quinta do Barão, pretedem fazer-se passar por moradores afectados e lesados que não são e querem o transito aberto ao empreendimento colocando as nossas casas inabitáveis.

De uma Moradora Lesada por eles também da Quinta do Barão

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."

Abrigos precisam-se!

Quem põe na ordem donos de caninos?

Hospitalização domiciliária traz benefícios para o doente agudo

Hospitalização domiciliária traz benefícios para o doente agudo
Artigo de OPINIÃO Drª Francisca Delerue

Expulsemos as traquitanas