Obra na Quinta da Carreira apresenta contornos de alegada ilegalidade e falta de transparência

3 comentários:

luis disse...

Exmos. Senhores





Venho manifestar a minha indignação, por uma obra surpresa, sem qualquer edital de Alvará ou noticia do que se ía construir, que acabou por se revelar um parque de estacionamento e está a ser construído nos terrenos sobrantes da Quinta da Carreira.

De início ainda supus que fosse a obra de acesso da Marginal ao interior, para acabar com a Passagem de nível de S. João do Estoril, mas não.



Esta obra impede o atravessamento existente da ribeira e que desde sempre foi defendido pelos moradores, o que não pode acontecer.

Os moradores da Quinta da Carreira exigem que seja mantido este atravessamento existente.



Ainda, sem a devida consideração e respeito pelos moradores, destruíram parte de um murete privado e arrancaram duas palmeiras vassoura do condomínio de um prédio junto à entrada do logradouro de acesso às garagens.



Apelo à Câmara Municipal de Cascais, para que, na defesa dos direitos dos cidadãos moradores, se certifiquem de:

1- A manutenção do atravessamento da ribeira no local onde sempre existiu

2- Que sejam repostas as duas palmeiras vassoura arrancadas

3- Seja feita a reparação do murete privado destruído.



Sem outro assunto, fico na espectativa de ver estes problemas resolvidos e gostaria de ser informado por vós sobre estes problemas.





Cumprimentos,

Luis Maia

luis disse...

Esteve mal a Câmara Municipal de Cascais e a Junta de Freguesia, que não defendem os interesses dos Munícipes moradores, bem como a PSP, à qual devia ser instaurado um inquérito por uso abusivo e desnecessário de força, parecendo querer retomar a 2lei da rolha".

luis disse...

Exmos. Senhores





Venho manifestar a minha indignação, por uma obra surpresa, sem qualquer edital de Alvará ou noticia do que se ía construir, que acabou por se revelar um parque de estacionamento e está a ser construído nos terrenos sobrantes da Quinta da Carreira.

De início ainda supus que fosse a obra de acesso da Marginal ao interior, para acabar com a Passagem de nível de S. João do Estoril, mas não.



Esta obra impede o atravessamento existente da ribeira e que desde sempre foi defendido pelos moradores, o que não pode acontecer.

Os moradores da Quinta da Carreira exigem que seja mantido este atravessamento existente.



Ainda, sem a devida consideração e respeito pelos moradores, destruíram parte de um murete privado e arrancaram duas palmeiras vassoura do condomínio de um prédio junto à entrada do logradouro de acesso às garagens.



Apelo à Câmara Municipal de Cascais, para que, na defesa dos direitos dos cidadãos moradores, se certifiquem de:

1- A manutenção do atravessamento da ribeira no local onde sempre existiu

2- Que sejam repostas as duas palmeiras vassoura arrancadas

3- Seja feita a reparação do murete privado destruído.



Sem outro assunto, fico na espectativa de ver estes problemas resolvidos e gostaria de ser informado por vós sobre estes problemas.





Cumprimentos,

Luis Maia

DESTAQUE.

Criança de 10 anos ferida ao espetar no pé anzol com isco quando brincava no areal da praia no Guincho

SEGURANÇA .  O que era previsível ser um passeio saudável com o irmão mais novo e os pais, este domingo, de manhã, no areal da praia do Guin...

+ populares