Intervenção Rápida vai socorrer animais em perigo em Cascais

Por CASCAIS24



Finalmente, a partir da próxima terça-feira, Cascais vai ter um novo Centro Oficial de Recolha (COR) de Animais, totalmente construído de raiz, ao mesmo tempo que reforça o Serviço de Intervenção Rápida para Animais com uma ambulância a funcionar 24 horas por dia, nos 365 dias do ano. 


A garantia é dada pela Câmara de Cascais, segundo a qual o novo centro de recolha "aumenta a capacidade de acolhimento de animais e está equipado com modernos meios tecnológicos que garantem as melhores condições de higienização, conforto e segurança para os animais".

Já a funcionar desde março, o Serviço de Intervenção Rápida para Animais é agora reforçado com um veículo em intervenção rápido para o seu transporte em situação de emergência.

Esta viatura permite maior conforto no transporte dos animais socorridos na via pública e é apoiada por serviço de acompanhamento médico-veterinário, 24 horas por dia, 365 dias ano.

O novo centro vai contar com sala de cirurgia, sala de vacinação antirrábica e de colocação de microchip, espaço de recobro para cães e gatos e também para acolhimento temporário de animais de grande porte, entre os quais bovinos, caprinos, equinos e outros.  

Este novo centro, garante o município, “aumenta consideravelmente a capacidade de internamento de cães e gatos”. 

Nas instalações anteriores as 35 boxs não suportavam mais do que a permanência de 35 cães e as 12 gaiolas davam capacidade de instalação a 28 gatos.

O Centro poderá, a partir de agora, receber entre 40 a 45 cães e igual quantidade de gatos, dispondo ainda de 3 boxs destinadas a  quarentena ou recobro de cães e 4 boxs de quarentena e recobro para gatos. Mas, a esta infraestrutura juntam-se ainda 12 gaiolas de internamento na Associação S. Francisco de Assis, e uma box para animais de grande porte.

Em caso de emergência...



Os contatos com o Piquete de Intervenção de Emergência de Resgate de Animais são realizados através da PSP, GNR,Polícia Marítima,  Polícia Municipal e Proteção Civil.

Ao receberem as chamadas dos munícipes, as autoridades fazem uma triagem prévia e avaliam a necessidade de uma intervenção do piquete.

“As políticas de proteção animal do concelho de Cascais são implementadas em estreita colaboração com a Associação São Francisco – Cascais (SFA Cascais), sem prejuízo das competências próprias da autoridade veterinária municipal”, reforça o município.

O CRO - Centro de Recolha Oficial de Animais foi garantido no âmbito de uma proposta do Orçamento Participativo, infraestrura  que acrescenta mais eficácia, eficiência e qualidade no serviço prestado.

Noticia relacionada

Reportagem Especial: ABAIXO DE CÃO

Sem comentários: