MILITAR DA GNR DE ALCABIDECHE SALVA MULHER DE SEQUESTRO

Por Cascais24

06.11.2015
Um militar do Subdestacamento da GNR de Alcabideche, que ia entrar ao serviço, abortou esta sexta-feira de manhã, em Ranholas, Sintra, o alegado sequestro de uma jovem mulher, de 26 anos, feita refém pelo namorado, que planearia levá-la para a serra de Sintra para a espancar.
A mulher saltou em movimento do carro conduzido pelo namorado, que acabou por ser detido pelo mesmo militar e viu ainda esta sexta-feira confirmada a prisão preventiva, decretada por um juiz do Tribunal de Sintra.
Tudo aconteceu por volta das seis horas da manhã. O suspeito, de 31 anos, barman na Costa da Caparica, foi buscar a namorada ao trabalho, em Alcântara, e confrontou-a com mensagens de sms.
Mais tarde, em vez de sair no IC19 para a Serra das Minas, onde vivem, o homem seguiu em frente, planeando levar a jovem para a serra de Sintra, o que aconteceria pela segunda vez em poucas semanas, alegadamente para a espancar.
Perto de Ranholas, a mulher saltou do carro e foi socorrida pelo militar da GNR de Alcabideche, em cuja viatura entrou em desespero, pedindo auxílio.
O suspeito, que parou também a sua viatura, acabou por ser conduzido ao Subdestacamento da GNR de Alcabideche, que elaborou o expediente e o apresentou a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Sintra, que confirmou a sua prisão preventiva.
A juíza, que ouviu o suspeito, teve em consideração, na medida de coação aplicada - a mais grave - comportamentos de violência, que antecederam este caso. 

 

 

Sem comentários:

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."

Abrigos precisam-se!

Quem põe na ordem donos de caninos?

Hospitalização domiciliária traz benefícios para o doente agudo

Hospitalização domiciliária traz benefícios para o doente agudo
Artigo de OPINIÃO Drª Francisca Delerue

Expulsemos as traquitanas