SURF. Morais falha duelo com “Zeke” no Guincho

Desporto

Frederico Morais (à esq.) deu os parabéns ao havaiano "Zeke" pela vitória no Guincho



Frederico Morais não conseguiu a passagem à final da etapa de Cascais do circuito mundial de qualificação de surf, ao ser eliminado nas meias-finais pelo havaiano Ezekiel Lau que, esta quinta-feira, venceu a final no Guincho. 

«Kikas», 11º do circuito mundial, esteve sempre em desvantagem e somou 12,13 pontos, contra 15,27 do havaiano, 25º do ranking.

Ezekiel Lau (Zeke) é, assim, o vencedor do EDP Billabong Pro Cascais, etapa de categoria 10.000 pontos do circuito mundial de qualificação (QS) da World Surf League (WSL) depois de ter derrotado nos últimos dez minutos da prova o brasileiro Ítalo Ferreira, que regressou recentemente à competição depois de recuperado de uma lesão prolongada.

Com esta sua primeira vitória no WQS desde 2013, Ezekiel Lau soma 10.000 pontos e sobe para a 12a posição do ranking do QS, estando agora numa posição interessante para garantir a permanência entre a elite mundial, em 2018, através daquele circuito.

Entretanto, Frederico Morais terminou a sua prestação na prova em 3.º lugar. O cascalense fez uma pontuação total de 12,13 pontos (em 20 possíveis) contra os 15,25 do seu adversário.

Com este resultado, o surfista cascalense soma 6.500 pontos no ranking mundial de qualificação, estando agora no top 15 deste circuito.

O surfista português, que deu os parabéns a Zeke, afirmou no Guincho que “agora é seguir para França e depois Peniche”.



Sem comentários: