Cidadã estrangeira manda "silenciar" homens do "lixo" em Cascais

Atual

Por Redação
16/08/2018
Uma cidadã estrangeira, Elena, de seu primeiro nome, queixou-se à Cascais Ambiente e ao Secretário de Estado do Ambiente contra os barulhos "insuportáveis" que os funcionários da empresa municipal provocam na recolha noturna dos contentores no sítio onde mora, na Quinta do Rosário, em Cascais, e o presidente da autarquia, Carlos Carreiras, questionado pela mesma senhora na última reunião do executivo, garantiu que os funcionários foram instruídos no sentido de "produzirem o menor ruído possível, sob pena de agir-se disciplinarmente".

A cidadã que, alegadamente, falava em nome de outros moradores e manifestava grande nervosismo na sua intervenção na última reunião do executivo camarário de Cascais, porventura por não dominar a língua portuguesa, denunciou de que, diariamente, entre a uma e duas horas da madrugada, os homens da Cascais Ambiente "provocam ruídos insuportáveis  com carros e contentores" no sítio para onde "estão os quartos de descanso" dos moradores, na avenida Dr.º Manuel Ricardo Espírito Santo e Silva.

Elena considera tratar-se de uma "situação desagradável"
"É uma situação muito desagradável", adiantou a cidadã estrangeira que, na sua intervenção, durante a reunião do executivo, revelou que a empresa municipal Cascais Ambiente "prometera diminuir os ruídos", o que não aconteceu.

Em resposta à cidadã, o presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras, que pediu desculpa por não conseguir pronunciar corretamente o nome da cidadã, alegadamente de um país de Leste, afirmou na oportunidade que "todos nós produzimos lixo e é preciso recolhê-lo".

Adiantou Carlos Carreiras de que "temos horários próprios para o fazer em zonas de menos movimentação de trânsito".

Mais adiante, Carlos Carreiras revelou que "nós estamos a aplicar em pr9imeiro lugar uma sensibilização aos colaboradores da Cascais Ambiente para que seja produzido o menor ruído possível ou, seja, no próprio manuseamento dos contentores, sob pena de agirmos disciplinarmente junto de quem não respeitar ou atenuar o barulho no manuseamento dos contentores e na comunicação  entre os membros das equipas que estão a fazer a recolha".

Carlos Carreiras diz que estão em curso medidas
Ainda de acordo com as explicações à cidadã estrangeira queixosa, o chefe do Governo Local de Cascais assegurou que "foram também sensibilizados os motoristas para que não façam acelerações repentinas no sentido de diminuir o próprio ruído das viaturas".

Carreiras anunciou, ainda, na resposta à cidadã estrangeira residente em Cascais que foram "colocados bloqueadores de abertura nos fixadores (?) de modo à sua abertura não causar impacto e ruído".

Finalmente, Carreiras anunciou que "estamos, também, a pedir às autoridades policiais que nos ajudem, porque há um estacionamento desordenado por parte dos moradores, que acaba por influenciar negativamente a componente operacional da recolha dos contentores de lixo".
Imprimir









14 comentários:

Unknown disse...

Gostaria que essa senhora trabalha se uma noite para ver que o trabalho desses desgraçados nao é facil . Primeiro ronda que tem sao muitos caixotes para despachar por esse motivo eles sejam mais rapidos alem disso nem imaginam aquele ferro no caixote para levantar bem isto ao final da noite os braços desses empregados alem passarem agarrados ao camião e o cheiro mesmo usando máscaras trabalham abaico de sol e chuva frio ela fica incomodada com barulho? Este nao é um trabalho nada fácil admiro aquem o faça.. sr presidente em vez de repreender ser empregados era melhor meter mais camioes e empregados porque eles voam a noite para fazer ronda. Deviam ser bem pagos. Desafio o sr presidente e a senhora fazer ezte trabalho uma noite depois digam da vossa experiência

Vitor Silva disse...

Confirmo.... SEM COMENTÁRIOS!!!

Anónimo disse...

As pessoas reclamam de tudo mas se lixo nao for recolhido reclamam eu como colaborador da cascais ambiente e falo por mim muitas das vezes temos de ajudar os motoristas em sitios apertados e por isso temos de gritar um pouco para ajudar nas manobras e situaçoes assim em relaçao aos contentores as vezes ha inteligentes que estacionam as viaturas em frente dos contentores e nos para conseguirmos tira-los temos de fazer mais barulho pois ou temos de subir os passeios ainda ontem tive uma situaçao dessas um carro estacionado mesmo em frente a dois contentores eu tive que fazer um esforço do caraças pois os contentores estao pesados alem do esforço tambem barulho para nao bater com o contentor nos carros agora as pessoas reclamam de tudo mas nao dao valor ao trabalho que nos fazemos para pessoas somos considerados lixo como lixo mas esquecem que andamos dia e noite a recolher o lixo dos outros andamos ao frio e a chuva para manter o concelho limpo agora veem reclamar do barulho por amor de deus o camiao faz barulho o proprio equipamento faz barulho nao ha nada que conseguimos fazer para menos barulho se for para ser recolhido durante o dia reclamam porque estamos a estorvar o transito e nao sao para recolher lixo como ja mo disseram a mim e eu com uma enorme vontade de responder engoli o sapo eu sei que ha colegas meus alguns abusam mas ja estao melhores agora nao motivo para tanta alarido como nos temos de respeitar os municipes os municipes tambem tem o direito e o dever nos respeitar nos tambem quando estamos a recolher o vosso lixo e um trabalho digno e que eu gosto de o fazer agora ha coisas que a mim me tiram do serio ha paises em que os homens do lixo sao muito valorizadoa considerados herois ate como a policia e os bombeiros so mesmo em portugal e que os trabalhadores do lixo nao sao valorizados

Anónimo disse...

essa Sra e bem conhecida em varios sitios. Reclama por tudo e por nada e e de muito mau trato.

Anónimo disse...

No pais dela é melhor...... entao porque é ke nao volta pa la??

Anónimo disse...

Confirmo que estes senhores da Cascais Ambiente, prestadores de serviços pago com o dinheiro dos nossos impostos, na grande maioria das vezes não cumprem com o estipulado na lei do ruido ....talvez o Sr. Carreiras não tenha este problema diariamente à sua porta com grau de intensidade não conforme....
Necessitam estes prestadores de serviço de reciclagem, e de formação adequada, assim como de medidas eficazes por parte do Sr. Carreiras, que alude que o foco do problema está nos estacionamentos das viaturas ...mas este senhor contratou recentemente mas 24 policias municipais para quê ? o senhor Carreiras, já se gabou publicamente que Cascais a nivel de mobilidade é um fenomeno ... talvez do entroncamento ....
Já agora o senhor Carreiras esclareça os municipes sobre o "atentado" perpretado por funcionários da Câmara Municipal ( Cascais Próxima ) que usando veiculos pesados da autarquia , na Alameda Duquesa de Palmela junto ao Bar Trem Velho , e na queda da ponte pedonal na Estrada das Tojas,provocaram enormes prejuizos quando o desiginio em Estradas Municipais é garantir a segurança de bens PESSOAS .

A BEM DE CASCAIS

Anónimo disse...

Têm toda a razão os funcionários SÓ Recolhem o lixo que nós fazemos, não são lixo. A dita senhora pode sempre fazer voluntariado e acompanhar uma noite o camião, podia ser que com a ajuda PRECIOSA dela eles fizessem menos barulho e assim não perturbavam o sono da SENHORA...

Anónimo disse...

Totalmente de acordo com a exposição da senhora municipe .
Nas zonas residenciais não existe respeito nem cumprimento da lei do ruido pelos colaboradores da Cascais Ambiente.
Enorme ruido a altas horas da noite, os motoristas fazem de proposito a acelerar viaturas pesadas em demasia e sem razão aparente, a não ser para se despacharem mais rápido das tarefas propostas.
Estes supostos profissionais, devem respeitar quem lhes paga o seu ordenado com os seus impostos , e sobretudo pensar naqueles que também descansam para estarem activos no dia seguinte .
Senão perceberam isto, então que mudem de emprego .
Quanto ao Sr. Carreiras, que produza e divulgue auditoria aos serviços da Cascais Ambiente , e faça cumprir os requsitos legais do ruido .
Se tenta branquear esta situação com medidas avulsas , ou inércia , então vai ter problemas com os municipes .


Vinicius disse...

A notícia possui um tom xenófobo, pois é desnecessário ao teor da repirtagem destacar o facto da pessoa em questão ser "estrangeira". Se fosse "nacional" poderia reclamar sem problema? Independente da justiça da peticao, esta Senhora é uma cidadã psgadora de impistos, legal em Portugal, logo com seus direitos. Peço por favor que algum jornalisra deste meio tente me explicar do ponto de vista da objectividade jornalística qual o sentido de destacar sua condição como estrangeira.

Da Serra disse...

Quem não está bem... muda-se.
Os "homens do lixo" na verdade fazem ruído, mas A TRABALAR, e não a brincar!!!
Tenho por baixo do meu quarto 2 contentores de lixo, que são despejados DIARIAMENTE!!!. Daí, conheço esse ruído. Mas não há hipóteses de não o fazer.
Essa "madama" queixa-se de barriga cheia. Decerto na terra dele não há serviço como este, tão bom, diário.
E não venham com a história da xenofobia... Porque eu sou nacional e também reclamo quando acho justificado, o que não é este caso.
Viva a Cascais Ambiente e os seus trabalhadores!!!

Anónimo disse...

Tinha de ser, ela tem a mania que é mais que alguém, mal educada, mal formada, devia ter vergonha na cara, comigo não se safa, devia ter vergonha na cara além de ser dos países do leste que não devem apanhar o lixo lá, aqui em Portugal faz-se limpeza do lixo, que com certeza na sua casa deve ser só lixo, vai a supermercados mal encarada e fala mal com os funcionários dos mesmo como eu já vi, devia era ir para a terra dela, na minha zona tb fazem barulho quando vão buscar o lixo e não é por isso que vou dizer alguma coisa pois estão a fazer o trabalho deles e é normal … o lixo só pode ser apanhado á noite onde já não há lixo a despejar…. uma pessoa inculta e mal formada….

Anónimo disse...

A senhora tem toda a razão e o direito de se queixar, e tenho pena que esteja a sofrer abusos xenófobos só por ser estrangeira.
Era bom que mais portugueses aprendessem também a reinvindicar os seus direitos, em vez de aceitarem cegamente situações destas com um encolhir de ombros, e um "é sempre assim, o que é que se pode fazer?..." Respeito o trabalho duro dos senhores que recolhem o lixo, mas há varias medidas que podem ser tomadas para tambem respeitar o descanso de todos. Por exemplo: recolhas de dia em zonas residenciais e com pouco transito, adaptar o equipamento para ser menos ruidoso, etc...

rui afonso disse...

O senhor presidente da Câmara Municipal de Cascais devia era ter vergonha em dizer que vai punir os funcionários por fazerem o seu trabalho, gostava de saber qual o camião no mundo de recolha de resíduos sólidos urbanos ( lixo ) que não faz barulho, para essa pessoa desprezavel que reclama do barulho, tem algumas soluções uma delas é ir trabalhar para que há noite esteja cansada e possa dormir, outra delas é usar tampões para não ouvir barulho, e a melhor de todas e por se a andar do nosso país por que gente que não interessa a ninguém já temos os nossos quanto mais ter que aturar os de fora que não sabem falar mas já sabem reclamar, é triste ver este tipo de notícias, senhor presidente tenha vergonha e ocupe o seu tempo com aquilo que o município de Cascais necessita ter prioridade.

Anónimo disse...

O ruido podera se reduzido claro que pode. Mas sera dificil agradar a essa senhora pois havera sempre ruido pelo metodo de recolha . Talvez se esses moradores deixarem de ter contentores a porta e tiverem que lavar o que se joive o lixo para bem longe de modo a que o carro nao passe lá seja a melhor solução. Seria interessante saber a origem dessa senhora para saber como é la recolhido ( se é que tem recilha !) E poderiamos aprender. A mim tambem me inckmida as 5 da manha mas se produzo lixo tenho que me sujeitar. Investi em janelas de pvc duplas e resolvi 90% do problema. Ja nao me acordam.