GNRs de Alcabideche intoxicados salvaram idosa e canídeo das chamas na Amoreira

Segurança

Por Redação
04 janeiro 2019

Foi ao salvarem uma idosa, de 78 anos, e um canídeo das chamas que lavravam na habitação, esta sexta-feira, à tarde, na Amoreira, que dois militares do Subdestacamento da GNR de Alcabideche sofreram intoxicação por inalação de fumos.

No incêndio, na avenida da Ultramar, outras quatro pessoas, entre as quais um menor, de 12 anos, ficaram intoxicadas.

Conforme Cascais24 avançou anteriormente, um dos intoxicados foi assistido no próprio local, mas os outros cinco, entre os quais os dois militares da GNR, de 33 e 42 anos, e a idosa, que também sofreu queimaduras, tiveram que ser transportados ao Hospital de Cascais

Numa nota divulgada ao final da tarde, a GNR informa que “após ser comunicado à GNR que decorria um incêndio numa habitação de um prédio de três andares, os militares deslocaram-se de imediato ao local, onde foram informados de que poderia estar uma idosa no seu interior”.

“Considerando que poderia estar em perigo uma vida humana, os militares arrombaram a porta, não conseguindo entrar devido à quantidade de fumo. Contudo, contornaram o prédio e escalaram até ao 1.º andar pelo exterior, partindo uma das janelas, o que permitiu encontrar a vítima num dos compartimentos. Com a chegada dos bombeiros foi possível retirar a vítima pela janela”, refere a GNR.
Imprimir

Sem comentários:

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."

Abrigos precisam-se!

Quem põe na ordem donos de caninos?

Hospitalização domiciliária traz benefícios para o doente agudo

Hospitalização domiciliária traz benefícios para o doente agudo
Artigo de OPINIÃO Drª Francisca Delerue

Expulsemos as traquitanas