Novo fogo no Cascais Atrium com origem na instalação de cablagem

Segurança

Por Redação
03 abril 2019
Um incêndio que deflagrou, esta quarta-feira, à noite, no edifício Cascais Atrium, na Guia, terá tido origem em trabalhos de montagem e instalação de cablagem na recuperação do imóvel, palco de um violento incêndio, há três anos, alegadamente causado por um grelhador, conforme Cascais24 avançou em primeira mão.

Esta quarta-feira, o alerta para o fogo foi dado pelas 20h46.

Para o edifício Cascais Atrium, onde há três anos arderam mais de 70 apartamentos, convergiram os corpos de Bombeiros de Cascais e de Alcabideche.

Ao todo, foram mobilizados 20 operacionais, apoiados por 7 veículos, entre bombeiros e PSP.

O fogo foi controlado e extinto em pouco mais de meia hora.

Não foi possível a Cascais24 contatar, nem o comandante dos Bombeiros de Cascais, João Loureiro, ausente fora de Lisboa, nem o segundo comandante e, também, membro da Proteção Civil Municipal de Cascais, Carlos Estibeira, que o substitui.

Já o Oficial de Serviço ao Comando Metropolitano da PSP de Lisboa (Cometlis) adiantou, a Cascais24, ter-se tratado de um "incêndio, que não atingiu proporções e, pelas informações recebidas, não causou danos estruturais" no edifício.

Um curto-circuito durante a montagem dos cabos elétricos é a hipótese mais provável para o incêndio.

Imprimir

Sem comentários:

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."

Abrigos precisam-se!

Quem põe na ordem donos de caninos?

Hospitalização domiciliária traz benefícios para o doente agudo

Hospitalização domiciliária traz benefícios para o doente agudo
Artigo de OPINIÃO Drª Francisca Delerue

Expulsemos as traquitanas