Falso pré-afogamento mobilizou Bombeiros e Polícia Marítima

Segurança

Por Redação
06 novembro 2018
Bombeiros e Polícia Marítima foram acionados esta terça-feira, à tarde, para a praia das Moitas, em Cascais, na sequência de um alerta de pré-afogamento dado para o CODU, o qual veio a revelar-se ser um rebate falso.

O alerta foi dado pouco depois das quatro horas da tarde por alguém que viu "indivíduos no mar", um tanto aflitos sobre uma prancha de surf a tentarem alcançar uma embarcação semi-rígida desgovernada", contou, a Cascais24, Pereira da Terra, comandante Local da Polícia Marítima.

De acordo com o comandante da Capitania do Porto de Cascais, "tratava-se de uma embarcação, que se tinha desprendido de um veleiro fundeado na Baía e cujos tripulantes procuravam resgatar, recorrendo a uma prancha de surf".

No entanto, o alerta provocou a mobilização de meios dos Bombeiros de Cascais e da Polícia Marítima local, os quais, felizmente, acabaram por não ter necessidade de intervir.

No entanto, conforme outra fonte fez notar, "este falso alarme acabou por demonstrar o nível de prontidão das equipas de socorro em caso de necessidade emergente de intervenção".
Imprimir 






Sem comentários:

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."

Abrigos precisam-se!

Quem põe na ordem donos de caninos?

Hospitalização domiciliária traz benefícios para o doente agudo

Hospitalização domiciliária traz benefícios para o doente agudo
Artigo de OPINIÃO Drª Francisca Delerue

Expulsemos as traquitanas