Scotturb receia que continuação da greve nos combustíveis possa afetar serviços

Atual

Por Redação
16 abril 2019
A Scotturb, operadora de transporte de passageiros nos concelhos de Cascais, Sintra e Oeiras, "tomou medidas preventivas no sentido de evitar que a rutura no abastecimento afete a sua operacionalidade", mas a gerência da empresa receia que, a prolongar-se a greve dos motoristas de pesados de mercadorias, a situação possa vir a complicar-se.

"Ainda que a Scotturb tenha tomado medidas preventivas no sentido de evitar que a rutura no abastecimento afete a operação, não podemos garantir que, prolongando-se esta situação, isso não venha a ocorrer", disse, a Cascais24 fonte da gerência da Scotturb, que tem a sua sede em Adroana, Alcabideche.

Segundo ainda a mesma fonte, "tudo faremos para que os passageiros transportados pela nossa empresa não sejam afetados".

A Scotturb, à semelhança de outros operadores, possui reservas de combustível "obviamente limitadas", acrescentou a mesma fonte da gerência da empresa, garantindo, no entanto, que "tudo será feito para que sejam suficientes para que a operação não seja perturbada".
Imprimir


Sem comentários:

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."

Abrigos precisam-se!

Quem põe na ordem donos de caninos?

Hospitalização domiciliária traz benefícios para o doente agudo

Hospitalização domiciliária traz benefícios para o doente agudo
Artigo de OPINIÃO Drª Francisca Delerue

Expulsemos as traquitanas