Idosa feita refém em ataque noturno de encapuzados a habitação em Murches

Segurança

Por Redação
11 abril 2019
Uma idosa, de 76 anos, foi atacada por dois encapuzados, que entraram no seu domicílio, em Murches, esta quinta-feira, de madrugada e fizeram-na refém durante cerca de uma hora até fugirem com valores em ouro calculados em largas centenas de euros.

O ataque à residência da idosa, segundo confirmou, a Cascais24, fonte da GNR, teve lugar por volta das duas horas da madrugada.

Os assaltantes, dois encapuzados, de acordo com a mesma fonte, terão tocado à porta da habitação, uma moradia, pedindo auxílio para certa situação aflitiva.

A idosa, 76 anos, terá aberto a porta e nesse altura sido neutralizada pelos dois encapuzados, que a arrastaram pela habitação em busca de valores.

Os atacantes noturnos não empunhariam qualquer tipo de arma, quer branca ou de fogo e valeram-se, perante a indefesa vítima de ameaças e coação física.

A septuagenária terá sido feita refém dos encapuzados durante cerca de uma hora, vivendo um autêntico pesadelo.

Já depois dos assaltantes terem abandonado a habitação, a vítima acionou o 112, pedindo auxílio, tendo comparecido uma patrulha móvel da GNR de Alcabideche, que registou o assalto, que agora deverá vir a ser investigado pelo Núcleo de Investigação Criminal (NIC) do Destacamento da Guarda Republicana de Sintra.

A idosa, que não terá sido agredido, foi, no entanto, posteriormente assistida na urgência do Hospital de Cascais, por estar visivelmente emocionada e em choque.
Imprimir

Sem comentários:

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."

Abrigos precisam-se!

Quem põe na ordem donos de caninos?

Hospitalização domiciliária traz benefícios para o doente agudo

Hospitalização domiciliária traz benefícios para o doente agudo
Artigo de OPINIÃO Drª Francisca Delerue

Expulsemos as traquitanas