Andava há 3 anos a fazer furtos a jovens nos comboios de Cascais

Segurança

Por Redação
06 abril 2019
A PSP intercetou e identificou, na gare ferroviária de Cascais um homem, 46 anos, suspeito de ser o autor de diversos furtos praticados desde 2016 no interior das composições da linha de Cascais. 
Segundo informou este sábado a PSP, "a situação foi despoletada na sequência da análise da matriz criminal, e da colaboração do Gabinete de Segurança da CP, apurando-se que desde meados do ano de 2016 na linha da CP de Cascais, se têm registado diversos furtos no interior das composições dos comboios, praticados na sua grande maioria durante os fins-de-semana e feriados, normalmente entre as 05h30 e as 08h00, tendo ainda sido possível obter a descrição física do suspeito".
O homem viajava no interior do comboio e selecionava as vítimas, normalmente jovens que regressavam de espaços de diversão noturnos em Lisboa.
Atuava quando os jovens aproveitam para momentaneamente dormitar, furtando-lhes pequenos aparelhos eletrónicos, nomeadamente telemóveis, tablets, computadores portáteis, bem como carteiras pessoais.
Aquando da sua interceção, na gare ferroviária de Cascais o suspeito trazia consigo um telemóvel furtado, que foi confiscado.
Posteriormente, no decurso de uma busca à sua residência, foram encontrados dois outros telemóveis furtados, bem como quatro capas para telemóveis.
O suspeito, segundo a PSP, está fortemente indiciado pela prática de 9 crimes de furto qualificado, havendo a possibilidade de existirem mais situações denunciadas em outros departamentos policiais, pelo que as investigações continuarão.
Entretanto, a PSP aproveita para alertar para a importância da protecção destes bens, nomeadamente colocando-os nos bolsos interiores do vestuário, dificultando a sua deteção e eventual furto, mesmo em situação de adormecimento momentâneo. 
Imprimir

Sem comentários:

MULTIMÉDIA. SEGURANÇA

A PSP e o Metro recomendam: "Durante a abertura de portas não utilize o telemóvel. Pode ser vítima de roubo."

Abrigos precisam-se!

Quem põe na ordem donos de caninos?

Hospitalização domiciliária traz benefícios para o doente agudo

Hospitalização domiciliária traz benefícios para o doente agudo
Artigo de OPINIÃO Drª Francisca Delerue

Expulsemos as traquitanas