Mulher de triatleta morto chegou à cadeia de Tires e vai ficar em cela individual

Rosa Grilo, suspeita do assassínio do marido, o triatleta Luís Miguel Grilo, chegou este sábado, às  18h00,  ao Estabelecimento Prisional de Tires, depois de ter visto confirmada a prisão preventiva pela juiz de Instrução Criminal de Vila Franca de Xira e vai permanecer durante, pelo menos, 15 dias numa cela individual para  avaliação. A mulher, 43 anos, algemada e escoltada por duas inspetoras da PJ, abandonou o tribunal pelas 16h00. Rosa Grilo, apurou Cascais24, foi quem terá disparado sobre o marido, enquanto este dormia, usando a pistola do seu cúmplice e alegado amante, o oficial de Justiça António Félix Joaquim, 42 anos, que também viu confirmada a prisão preventiva. Para abafar o ruído do disparo, Rosa terá utilizado uma almofada de penas. Joaquim terá ajudado na remoção, transporte na sua viatura e abandono do corpo na região de Avis, a cerca de 134 quilómetros.

1 comentário:

Anónimo disse...

Pode assistir à prova de triatlo 3Iron Man 70.3 Pportugal amanhã em Cascais 30.09.2018 .