Árvore abate-se sobre carro estacionado e autarquias descartam responsabilidades

2 comentários:

Unknown disse...

Um grande obrigado ao Valdemar Pinheiro, em nome de toda a minha família. Artigo bem escrito, mas que foca o essencial da questão.

É pena que o responsável com quem falou, sinta que a câmara esteja a ser pressionada... É obvio que está, mas que não é de agora. É de há quase três meses! Não há pachorra!

esteves,ayres disse...

Não é por nada, mas se a Junta de Freguesia fosse presidida por um outro presidente, provavelmente já o caso tinha sido resolvido há muito tempo e se calhar por outros meios. O que quer dizer, que os interesses dos partidos pelos vistos estão acima dos interesses dos cidadãos, e isto na minha opinião prejudica em parte a construção de um projecto de democracia local ou até do municipalismo.
Eu tinha que dizer (escrever) isto pois a minha consciência moral é suficiente para não abdicar de dizer aquilo que penso